não se fala mais verso

não tem problema, moço. tudo vai dar certo. não se fala mais verso.

nunca fui amigo de poeta nenhum e acho estranho que a tua velhice seja assim medrosa como a de alguém que nunca tivesse chegado perto de morte nenhuma. e você chegou, meu. eu que acho que te conheço e que você lembra do seu velho-jovem aqui quando abre uma cerveja, eu que te tomo como meu, descobri ainda esses dias coisas suas. e foi bom pra eu acordar que você abre cervejas que não têm eu.

que coisa mais esquisita te citar na tua cara. eu acostumado a falar que no meio da pedra tinha um caminho hoje te te vejo rir com a cara de quem também não sabe. a cara orgulhosa e meio triste de quem tem um poema velho. velho mesmo.

e eu adoro esses versos de prosa.

engraçado como não era pro texto acabar mas ele

Anúncios

Sobre G.H.

"É pela ponta dos dedos que se recebem os fluidos" Ver todos os artigos de G.H.

4 respostas para “não se fala mais verso

eu li e...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: